Baixe o AplicativoBaixe o App

(43) 3274-8000Tel.

Catálogos

Compra Food ServiceCompras

HOME
INSTITUCIONAL
DISTRIBUIÇÃO
FOOD SERVICE
INDÚSTRIA
AGRO
BLOG
CONTATO

CONSUMIDOR NÃO ABRE MÃO DAS LOJAS FÍSICAS MESMO COM AS EXPERIÊNCIAS VIVIDAS NO ONLINE

Blog


De acordo com a pesquisa realizada pela NZN Intelligence - player para soluções de publicidade e comunicação online, com 23 milhões de usuários -, mesmo com os shoppings e lojas fechadas durante alguns períodos de 2020, 66% dos entrevistados ainda pretendem voltar a esses lugares para fazer suas compras, assim que o atual cenário se normalizar. Entre as escolhas dos canais de vendas, 42% preferem as lojas físicas e 23% o e-commerce.
No caso da categoria de vestuário, a empresa acredita que as vendas aumentaram no último ano por ser uma das poucas opções de consumo naquele momento. Porém, mesmo com a comodidade dos e-commerces, 74% das pessoas afirmaram preferir as lojas físicas, por poderem provar a peça antes de levá-la.
Para o pós-pandemia, 40% atribuíram a escolha pelas lojas digitais por questão de preferência, enquanto 26% não se sentem seguros para sair de casa.
"Muitas lojas online começaram a oferecer descontos, promoções e frete grátis para seus clientes, por isso 62% dos entrevistados também levaram em consideração o valor dos produtos ao fazerem suas compras pelo e-commerce. Além disso, há aqueles que se adaptaram à comodidade de realizar as compras com apenas alguns cliques, sem sair de casa", explica Tayara Simões, diretora de receita da NZN.

Perfis de consumidores

Os perfis de compra daqueles que preferem o digital às lojas físicas, independente da pandemia, também possui diferenças entre si. Segundo o levantamento, 25% preferem comprar em lojas online pela facilidade e 24% pelas condições de pagamento serem melhores. Somente 10% não confiam, por exemplo, nas compras de roupas pelo e-commerce.
Fonte: SUPERVAREJO

Tag(s):

Notícia

Ao navegar em nosso site você concorda com nossa Política de Privacidade. Ok